FAQ, Homeschooling

Homeschooling? Você é irresponsável e vai alienar seu filho!

Não é difícil encontrar famílias que são homeschoolers ou que estão decidindo por começar a prática, relatarem este tipo de acusação: que são irresponsáveis, que os filhos serão alienados, etc. Comigo já aconteceu de dizerem que eu deveria ser presa. Vejam, minhas filhas são crianças alegres, sociáveis, bem tratadas, curiosas, aprenderam a ler antes da maioria das crianças no Brasil porque demonstraram o interesse e encontraram apoio e carinho em mim e em seu pai para que isso e outros ganhos intelectuais acontecessem e, sem saber realmente do que se trata a educação domiciliar, sem me conhecer direito a pessoa disse, em uma festa de aniversário, para outras pessoas que eu deveria ser presa.

Vivemos uma época na qual todos acham que sabem de tudo. Todos são especialistas em tudo. Nesta época, é necessário saber que nossa caridade e paciência devem ser um pouco maior para fazer com que todos, inclusive nós mesmos, compreendamos que não sabemos tudo.

É importante salientar que, na maioria das vezes, as pessoas que acusam pais homeschoolers (ou aqueles que vão começar) de irresponsáveis, não o fazem por maldade. São pessoas que, como todos, cresceram e se tornaram adultos em uma sociedade que entoa o chavão de “lugar de criança é na escola”.  Realmente acreditam que isso é o melhor para toda e qualquer criança. Não conhecem a possibilidade ímpar, excelente que a educação familiar pode proporcionar a uma criança. Trocando em miúdos, quem acusa, realmente está preocupado(a) com o bem estar das crianças.

Neste panorama, acredito ser importante ter paciência e caridade. Paciência porque são muitos anos de uma crença extremamente enraizada na cabeça das pessoas. Para elas a escola é o ÚNICO lugar onde uma criança pode aprender e socializar. Caridade porque muitas vezes teremos que escolher as palavras certas, que toquem o coração e a razão da pessoa, para que ela, no mínimo compreenda que existem outros meios de ensino e que os pais tem o direito de escolha. Com um pouco de sorte, esforço e boa vontade, talvez consigamos ganhar mais um simpatizante.

Para quem acha que os pais são irresponsáveis ao pensar ou ao tirar os filhos da escola, com muito pesar eu falaria sobre a realidade do ensino brasileiro. Irresponsabilidade é achar que ao adentrar os portões da escola a criança está segura. Sei de escola de ensino fundamental, na região metropolitana de Curitiba, que recebe a “visita” da polícia com uma regularidade inquietante. Fora a questão da segurança física, eu também tentaria debater sobre a qualidade do ensino em si. O Brasil é um dos últimos colocados, há anos, nos principais rankings de avaliação educacional no mundo. Os motivos são variados: condições precárias em sala de aula, turmas lotadas, metodologias ruins ou inventadas com fins políticos e não com fim a fazer com que o aluno adquira aquele conhecimento, problemas familiares que desembocam em sala de aula, etc.

Segundo  a National Home Education Research Institute, entidade americana que vem estudando a educação domiciliar nos Estados Unidos, “Jovens educados em casa tem obtido 15 a 30% mais pontos do que jovens que estudaram na rede pública de ensino dos Estados Unidos, conforme verificado em ‘achievement  tests’. Um estudo publicado em 2015 verificou que crianças negras que receberam ensino domiciliar tiveram pontuação nas provas 23 a 42% maior do que crianças negras que estudaram em escolas públicas (Ray, 2015); o estudo mostra também que os estudantes tem demonstrado pontuação acima da média independente do grau de escolaridade ou faixa de renda dos pais, que são seus professores/tutores na educação domiciliar”.  http://www.nheri.org/research/research-facts-on-homeschooling.html

Os estudos ainda não são conclusivos, mas demonstram as grandes possibilidades dentro da prática e vão mostrando que as famílias não tem nada de irresponsáveis.

Mas você pode me dizer: “Ok… as famílias não são irresponsáveis…mas que vão alienar os filhos, ah! Isso vão! Não tem como uma criança ter contato com o “diferente”, com outras formas de pensar se ficar em casa só com os pais! Vai se tornar um intolerante!” Bom, sobre isso você pode ler mais no texto “Homeschooling? Você vai alienar seu filho!” e deixo aqui a sincera intenção de fazer com que consigamos, pela força de argumentos baseados em fatos, trazer novas luzes para o entendimento daqueles que conosco convivem.

O que você acha sobre isso? Vamos conversar?

Cibele

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s