Homeschooling, Sem categoria

Homeschooler tira férias?

Não sei vocês, mas aqui em casa, estamos já contando os dias para as férias. O livro de português da mais velha foi finalizado em agosto e iniciei outro por desencargo de consciência. Matemática da Saxon faltam apenas 6 tarefas. A minha doçura de 5 anos já está com o livro de alfabetização praticamente inteiro feito e o de matemática parece mais brincadeira pra ela. As outras disciplinas estão mais ou menos assim. Dessa forma, impossível não pensar, e com justiça, no merecido descanso. No entanto fico pensando…será que família homeschooler realmente tem férias? Me faço essa pergunta justamente por não serem essas as nossas primeiras como família educadora: começo a perceber que o estilo de vida de quem estuda em casa muda muitas coisas mesmo.

Quando estamos na escola, ou quando temos nossos filhos em salas de aula, as férias representam a quebra radical da rotina. Muitos estudantes, quando pensam em férias, não querem chegar perto de um livro, alguns sonham com dias inteiros de sono e maratonas de séries de TV, aprender é visto como difícil, penoso e estafante (em alguns aspectos podem estar certos).  O objetivo, para muitos é o não fazer nada. Penso que isso aconteça muito por causa da rotina estressante, do ir e vir do trânsito caótico das cidades, da presença massiva de conteúdos totalmente dispensáveis para a vida real (e que o adolescente percebe já de cara), etc. Mas uma família homeschooler possui uma rotina bem diferente. O estilo de vida proporcionado pela educação “domiciliar” é algo que permeia tudo na família. Horários flexíveis, possibilidade de matar uma dúvida real, aprender de acordo com o seu tipo de inclinação natural (auditiva, visual, cinestésica, etc). Dependendo da maneira como a família encarou o aprender, este pode ter sido introjetado de tal maneira na rotina que seja, no mínimo interessante pensar em como se daria a vida sem isso. Falo isso por já ter percebido uma crescente e autônoma vontade de conhecer, compreender e aprender em minhas filhas. Muitas vezes as perguntas, os temas de estudos acabam partindo delas e não de mim. Devo freá-las nas férias? Creio que não…

Ao meu ver aprender deve ser uma deliciosa aventura. É algo bom. Não deixamos de querer aquilo que nos empolga, que nos maravilha, que dá sentido aos nossos dias. No entanto, o descanso é vital. É necessário…para todos os envolvidos (consigo visualizar as mães…balançando a cabeça positivamente).

Sendo assim, penso que as férias homeschoolers são uma saudável e necessária mudança de rotina. Um ir ao encontro do saber de outras formas, talvez mais leves e livres, mas nem por isso, menos importantes e eficientes. Talvez, as aulas em frente a livros deem uma boa rareada, mas os passeios cheios de observações por um parque, uma viagem a um lugar com bons museus, a leitura em voz alta de um tema novo e empolgante possam e devam ter seu lugar nesses dias de ver a vida com leveza, mas sempre com curiosidade e sede de compreender, conhecer, desvendar. Talvez as férias sejam momento de realçar laços de família, tão necessários para uma psiquê  bem sustentada, capaz de amadurecer e absorver da maneira adequada novos e importantes conhecimentos. 

Bom, por aqui o planejamento das férias que se aproximam, não será “fazer nada”. Não teremos hora de estudo…mas continuaremos a cutucar a amorosa curiosidade… Se posso resumir em uma frase será “descobrir formas agradáveis de continuar a conhecer a beleza da vida, juntos…saboreando a brisa do verão, o colo dado em momento inesperado, a presença um do outro”.

 

Cibele

2 comentários em “Homeschooler tira férias?”

  1. Aqui em casa fazemos HS parcial… e é nas férias escolares que conseguimos fazer com eficiência o HS… Afinal, tenho a liberdade de ministrar aquilo que é adequado ao meu filho, uma criança especial de 10 anos, mas com idade cognitiva de 05 anos… As aulas são lúdicas, com uso de jogos e brincadeiras … e justamente onde conseguimos mais resultados… Infelizmente ainda não consigo fazer HS total… sou a favor, mas o pai quer esperar a regulamentação. Sinceramente, a rotina frenética de escola com horários, trânsito, provas (ao meu ver em excesso) até retroage muitas vezes… Como exemplo, nas férias passadas (jul/18) estava conseguindo fazer o alfabeto completo, sozinho… Semana passada precisei reforçar a letra N porque esqueceu como faz…Tem a quebra de sequência… Tudo o que começo não consigo terminar no tempo dele por conta das novas atribuições que vem… Bem, as férias estão chegando… e com elas um novo momento junto com meu pequeno, com liberdade de aprendizado respeitando seus limites e suas aptidões… Agora é que vai ficar legal!!! Que Deus possa estar a frente da liberação do Homescholling…Precisamos….

    Curtir

    1. Olá Keila! Talvez ajude seu marido a ficar mais amigável à ideia da prática do homeeschooling se ele conversar com outros pais que já praticam. É normal sentir uma certa insegurança. Na prática, o que pode acontecer é dizerem que vocês devem colocar seu filho na escola… Então, uma vez que vcs vêem bons resultados, é de se pensar se vale a pena deixar na escola, por causa do receio de mandarem colocar na escola. No entanto ressalto que essa é uma decisão muito pessoal de vcs e que deve ser tomada pelos dois. Só vocês sabem o que é melhor para seus filhos. Que Deus os abençoe!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s