FAQ, Homeschooling, Metodologias, Sem categoria

Qual o melhor método educativo?

Ao pensarmos em nossos filhos é normal, assim deve ser mesmo, que queiramos dar a eles o melhor que estiver ao nosso alcance. Dentre tantas coisas, dar a melhor educação é algo que a maioria dos pais almeja. Isso não é diferente com pais homeschoolers. Temos sede de conhecer todas as metodologias e saber qual delas é a melhor. Muitas vezes, admiramos muito uma família, a maneira como a mãe conduz sua rotina diária, nos admiramos com a forma como ela encaminha o aprendizado dos filhos. Aquela família linda passa a ser nosso modelo, queremos que a nossa caminhe nos mesmos passos. No entanto, o que funciona para uma pode não funcionar para outra. 

Creio que devemos realmente conhecer, o mais fundo que pudermos, cada metodologia que nos for apresentada, que formos descobrindo, nos interessando. Porém, acredito ser necessário nos conhecermos e conhecermos as pessoas que nos rodeiam para que não apliquemos com aqueles que amamos princípios tecnocratas.  A educação é algo pessoal. 

Conheço uma família que a mãe é a organização em pessoa. As pastas de atividades dos filhos são lindamente catalogadas, tudo é planejado com muita antecedência e cada atividade cumprida dentro de um padrão previamente combinado. Seus filhos REALMENTE estão aprendendo. Ela segue o currículo americano e está feliz da vida. Acho lindo e aos poucos tento implementar algumas coisas, mas preciso ter a consciência de que somos diferentes. Essa consciência me ajudará a não me frustrar, esperando resultados iguais.

O mesmo acontece para com os métodos. Existem diversos e é necessário estudá-los para conhecê-los. Mas é importante que cada família, além da liberdade de escolha, tenha também a tranquilidade de fazer as alterações que lhe aprouver ao longo dos estudos. Engessar um processo de aprendizado dentro de uma metodologia, só porque sim, não faz sentido.

Sendo assim, acredito que a metodologia pode sim ser uma combinação de elementos de várias vertentes. O que impede uma família que optou pelo método Montessoriano incluir em sua rotina a observação da natureza e o Diário da Natureza de Charlotte Mason? Qual é o mal que isso pode trazer? Uma mãe que está estudando os diferentes meios pode se apaixonar por uma atividade específica de uma vertente, mas ser “adepta” de outra. Seu filho está aprendendo de maneira verdadeira? O processo é prazeroso?

Dito tudo isso, posso colocar aqui o que euzinha considero importante em um método para a prática do Homeschooling. Acredito que uma boa metodologia deve considerar a pessoa como um ser integral e não focar apenas no intelecto. Para mim isso é essencial. Por isso, gosto da abordagem de Charlotte Mason, Educação Personalizada de Victor Garcia Hoz e da Educação Clássica. Ainda tenho muito a estudar, mas o respeito pela integralidade do ser humano nessas 3 abordagens é belíssima.  O cuidado com a formação do caráter, da vontade, aliado à excelência acadêmica são um desafio apaixonante. Desafio? Sim. Educar de verdade não é algo fácil. Muita água deve rolar debaixo da ponte e o cuidado dos pais deve ser constante.

Bom, vale a pena conhecer as vertentes pedagógicas. Inclusive aqueles que não deram certo para que saibamos identificar o joio no meio do trigo. Podemos conversar sobre elas…veremos. 🙂

 

Cibele Scandelari

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s