0-4 Anos, ANÁLISE LITERÁRIA, Materiais

Análise: “A árvore generosa”

Aqui está pessoal! Nossa primeira análise literária feita pela querida Letícia! Se vc preferir, acesse o podcast da Porção semanal de literatura no link abaixo. O texto encontra-se abaixo do link.

A árvore generosa 

Shel Silverstein

Esta é uma história do autor norte-americano Shel Silverstein, publicada pela primeira vez em 1964.   Nela,  a árvore é uma grande amiga de um menino, do qual não ficamos sabendo o nome, pois esse menino poderia ser qualquer criança.

Da árvore, já no título, ficamos sabendo que é generosa, então o leitor já fica sabendo que, de alguma forma, essa árvore ajudará alguém. E isso é o que ela faz durante toda a vida do menino, até a velhice deste. Primeiro, é fonte de diversão, de alimento e de repouso. Depois, quando o menino cresce um pouco, vira fonte de renda: o menino vende seus frutos. Passam-se mais alguns anos, e com os galhos da árvore o menino faz uma casa para a sua família. Depois, corta o tronco da árvore, e com ele faz um barco. A árvore acha que se tornou inútil para seu grande amigo, mas no toco que restou, ele encontra um lugar para repousar, pois já é um idoso.

A árvore é símbolo da verdadeira amizade. Pois o verdadeiro amigo quer sempre o bem do outro, mesmo que isso lhe custe tempo, dedicação, ou até mesmo a doação de si próprio. A árvore doou tudo de si para que o menino ficasse contente. E ao final de cada doação, o narrador nos diz: “e a árvore ficou feliz!”. Ela foi tão abnegada na sua amizade, que no fim ela resume-se a um toco. E fica infeliz ao pensar que não servirá mais para nada para o seu amigo: mas ele, já idoso, não quer mais brincar com suas folhas, balançar-se em seus troncos, e também não precisa construir uma casa. Apenas quer repousar. E repousa no toco que restou da árvore. E ela novamente se torna feliz, por ver que faz o seu amigo feliz.

Acredito que essa história pode nos ajudar a ensinar aos pequenos o que é a verdadeira amizade: doação, entrega ao outro, encontro da nossa própria felicidade no ato de proporcionar felicidade ao nosso amigo. Que ensinemos as crianças a serem como a árvore, que doou-se inteiramente. Lembremos que o menino, nessa história, não doa nada para a sua amiga tão dedicada. Não sejamos como ele. Sejamos como a árvore, sempre generosos!

Faixa etária: 4 a 6 anos.

Um abraço!

Letícia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s