Datas Especiais, Homeschooling

Visita ao Borboletário

Para quem mora em Curitiba, ou passa por aqui a passeio ou trabalho, mas que tem um tempo para dedicar-se à observação da natureza, gostaria de deixar uma baita dica: reserve uma tarde para conhecer o Borboletário Serelepe. 

Na verdade o borboletário encontra-se em uma reserva ambiental, a  Reserva Ambiental Serelepe. Um local muito bem cuidado e que disponibiliza suas instalações para horas de um real contato com a beleza do ciclo de vida da borboleta.  A reserva possui um local onde inúmeras lagartas são cuidadas e começam a fazer o seu casulo. As crianças e adultos que quiserem podem ter a chance de pegar algumas dessas lagartas na mão. Durante a visita a esse local a guia explica detalhadamente o que a lagarta come, as condições necessárias para sua sobrevivência, etc.

   

 

Após ver o “berçário” (lagartário) o grupo pode visitar o local onde inúmeras  crisálidas ficam penduradas. Não é difícil presenciar mais de um “nascimento” de borboleta. Foi o que aconteceu com nosso grupo. Também neste local a guia fornece todas as informações sobre este estágio. Uma das coisas que a turminha homeschooler aprendeu foi  como segurar uma borboleta, sem machucá-la. E… é pelas asas mesmo! As asas devem estar fechadas e são seguras por dois dedos (indicador e médio) fechados como se segurassem um cigarro. Se ela não estivesse lá, eu teria achado que todas aquelas crisálidas estavam vazias…e com certeza nunca acharia possível segurar uma borboleta pela asa.

   

 

 

Depois é possível soltar algumas borboletas na “estufa”, um local com muitas plantas e cheio dos mais variados tipos, cores e tamanhos de borboletas.  Não é um local grande, mas é possível ver muitos vôos mágicos…

Sobre as borboletas os seguintes assuntos são tratados (retirado do site da reserva):

  • Biologia e metamorfose das Borboletas
  • Ciclo de vida e Sucessão Natural
  • Métodos de sobrevivência: Camuflagem e Mimetismo
  • Singularidades das espécies
  • Mito? Borboletas soltam pó que cega?
  • Relações entre comportamentos dos seres vivos e condições dos ambientes
  • Invertebrados e vertebrados: sustentação e locomoção
  • Ciclo Trófico
  • Métodos de sobrevivência e a seleção natural
  • Interação da Biota no Ecossistema

 

A reserva fornece local para lanche e, se for do desejo do grupo a visitar, podem abrir a lanchonete para a venda de lanches.

Após o contato com as borboletas é possível fazer um passeio pela mata atlântica em uma trilha de sensações, onde quem desejar poderá ir vendado.  Essa trilha finaliza em um minhocário e depois o grupo é convidado a ter contato com algumas tartarugas.

Nosso grupo de apoio gostou muito desse passeio! Recomendamos!

Observações: o passeio é pago e é necessário pelo menos meio período do dia para a visita.

Maiores informações:

http://www.reservaserelepe.com.br/

 

Cibele Scandelari

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s