FAQ, Homeschooling

Qual idade meu filho deve ter para eu começar o homeschooling?

A maioria das famílias homeschoolers que conheço afirma, sem muita cerimônia, que a prática da educação domiciliar é um estilo de vida. Você não tira seu filho da escola (ou nunca o coloca) apenas. A vida da família muda. Sua visão de educação muda. 

Apesar e não precisar ser homeschooler para entender que todos pais ensinam o tempo todo (com suas lutas, suas virtudes), pais que praticam a educação domiciliar tem a oportunidade de vivenciar essa realidade com uma intensidade diferente. 

Em minha opinião o homeschooling tem início quando os pais se dão conta do potencial educativo integral que têm em suas mãos e somam isso à iniciativa de não aderir ao sistema escolar. Dessa maneira, a prática pode começar desde quando a criança vem ao mundo ou em qualquer outro momento que a tomada de decisão tenha acontecido. Isso porque as crianças observam tudo, os pais são aquilo que elas têm de parâmetro para avaliar o mundo. Quando um casal se dá conta disso, sua postura muda, suas intenções mudam, se aprofundam, tomam uma dimensão amorosamente transcendente. Saem de si e doam-se aos filhos. E isso educa. Essa preocupação, esse olhar, essa busca por uma educação integral é algo de suma importância. Sobre esse assunto leia mais no artigo: “Por uma educação integral”.

Uma mãe de um bebê recém nascido pode apresentar um mundo de sensações e estímulos quando brinca, conversa, coloca uma música. Isso poderá acontecer de maneira mais ou menos planejada. E ela estará educando. Naquele momento o homeschooling que cabe naquela relação é esse. É o contato de pele, é o estímulo físico, auditivo, é o contato amoroso. Ela até pode vir a aprender técnicas de estimulação, que são boas, mas a simples presença, o toque a fala já estimulam. Aos poucos, a tudo isso, novas realidades vão sendo acrescentadas e a aventura vai se tornando mais cheia de cores, sabores, curiosidades. Os pais, com intenção educativa,  vão apresentando um mundo de muitas coisas a descobrir. Vão mostrando que aprender é mergulhar na realidade, na verdade das coisas, mesmo que algumas vezes seja mais difícil de compreender. Vão mostrando que o belo é deleite para os sentidos e nos faz bem e que o bom é algo a ser almejado pelas nossas faculdades mentais.

Você quer saber quando começar, qual idade esperar? No entanto, acredito que uma pergunta mais importante seja: onde você quer que seu filho chegue com o processo de educação? Sua intenção ao fornecer qualquer tipo de educação é acadêmica e sua busca é por essa excelência? Esse é um bom motivo, mas talvez não seja completo e nem o mais profundo. Você quer que seus filhos venham a ser pessoas íntegras e de caráter? Virtuosas? Corajosas? Então o começo do seu homeschooling se dá quando aquela linda criatura te fez entrar no barco da paternidade/maternidade e você não precisa esperar nada.

Deixando a poesia um pouco de lado, se você está pensando na idade “oficial” do início dos estudos, no Brasil a idade de matrícula “obrigatória” (aqui a obrigatoriedade é a do Estado na oferta e não a dos pais) é 4 anos. Nesse sentido mais estrito, as famílias que possuem filhos com essa idade ou mais estariam praticando um homeschooling “pra valer” , devido à contraposição escolar, enquanto que os outros ainda teriam menos compromisso do ponto de vista de conteúdos. Com relação aos conteúdos, uma criança de 4 anos pode começar a apresentar por si mesma (dependendo de como foi sua relação com livros, poesias, etc), interesse pelas letras e aí os pais podem dar início a um processo (prazeroso, por favor!) de pré-alfabetização. Observação da natureza, observação do seu próprio corpo, brincadeiras de coordenação motora ampla podem ser inseridas em seu dia-a-dia. Nessa idade, os pais podem começar a traçar alguns objetivos acadêmicos de curto prazo e, em cima desses objetivos criar planejamentos gostosos de serem vividos em família. Com os menores, brinque, apresente coisas divertidas, seja criança junto deles. Permita joelhos ralados. Ninguém morre de um joelho ralado! Criança pequena precisa brincar, correr, aprender a dominar o próprio corpo. Seu homeschooling com os menores pode ser isso: brincar de casinha, de empilhar blocos, entrar e sair de caixas de papelão, se lambuzar com tinta de farinha, ouvir o canto de um pássaro…tanta coisa legal…Não precisa ser uma cantilhena interminável de estímulos incessantes para atingir o potencial total do cérebro, da razão. Leia um pouco mais sobre homeschooling com crianças fora da “idade escolar” no artigo “Intenção educativa com crianças de menos de 4 anos”.

Independente da idade de suas crianças, te digo: antes pense em ser expert. Expert nos seus filhos e em como fazer com que eles venham a ser pessoas de verdade e não seres humanos com uma bagagem de conhecimento gigante (e muitas vezes inútil), mega hiperestimuladas, mas incapazes de agirem no mundo de maneira boa, bela, verdadeira. Verdadeiros “wikipedias” ambulantes desprovidos da boa humanidade.

 

Cibele Scandelari

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s